As meninas cá de casa

As meninas cá de casa
dezembro/2015

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Parabéns para mim!!!!!!!!!!

Hoje é o dia do meu aniversário e esta é sem dúvida a melhor prenda que posso ter, a felicidade por ser mãe de duas meninas saudáveis, lindas e amorosas, sinto-me uma afortunada!
E agora vou ali tratar do bolo porque a minha filha mais velha assim "exigiu": "Mãe, se fazes anos tens de fazer um bolo!" :-)

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Touca branca de algodão

 Gostei tanto de ver a minha bebé com a touca verde que lhe fiz para o enxoval que resolvi fazer outra em algodão branco (que fica bem com tudo).

 Perfeita para os atuais dias que estão frescos de manhã e à tardinha mas quentes durante o dia.

Protege quer do vento quer do calor e fica mesmo bem na cabecita pequenina da minha princesa

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Ida ao cabeleireiro

 Hoje foi dia de ir ao cabeleireiro, já tinha agendado previamente para uma hora em que sabia que o meu marido podia ficar com a princesa mais nova, dei-lhe mama antes de ir (não sabia bem o tempo que ia demorar), mudei-lhe a fralda e lá ficou ela aos cuidados do pai, quando cheguei a casa estavam os dois a dormir no sofá :-)
Pedi para cortar pelos ombros e saí do cabeleireiro com um corte deste género, um bob sem franja que dá para usar com risco ao meio ou ao lado, liso ou com ligeiras ondas, dá para apanhar também porque não ficou demasiado curto, gostei!

No outono/inverno com casacos ou camisolas com carapuço gosto de ter este comprimento de cabelo porque não gosto de usar o cabelo por dentro dos casacos e se o casaco tiver uma gola grossa ou um carapuço não gosto de ver o cabelo por cima, tenho cabelo fino com pouco volume e acho que não fica bem.

Basta cortar um pouco o cabelo para ficarmos logo com um ar diferente e mais leve e com um cabelo com aspeto mais forte e saudável, já para não falar do bem que nos faz à auto-estima. Considero muito importante termos um bocadinho só para nós e para nos mimarmos no meio da agitada e rotineira vida de recém-mamã, seja uma ida ao cabeleireiro, às compras, ao massagista, ao ginásio, ou simplesmente uma ida ao café que faz toda a diferença, voltamos para casa com energia renovada prontas para mudar mais 10 fraldas com cócó e para pormos as mamocas de fora mais umas tantas vezes para alimentarmos as nossas riquezas :-)

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Raios de Sol





A Diana a aproveitar os raios de Sol para vestir os vestidos de verão que eram da mana mais velha, por mim o verão durava o ano inteiro mas já que não pode ser pelo menos que dure mais umas semanas para dar uso ao resto do enxoval.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Os primeiros abdominais pós-parto

imagem retirada da net

Pois é, já sabemos que o tempo voa e a prova disso é que a minha princesa mais nova já fez 1 mês no sábado passado. 1 MÊS, como é possível?!?!?! Parece que ainda foi ontem que entrei para a maternidade para ela nascer e já passou 1 mês!
Com tal, achei que estava na altura de começar a fazer alguma coisa para recuperar a minha silhueta, o corpo esteve 9 meses em transformação (a crescer) é normal que agora não volte ao normal de um dia para o outro mas se nada fizermos para ajudar nesse sentido então mais difícil será voltar ao normal.
Já sem dores relacionadas com o parto e sem perdas de sangue resolvi começar hoje, nas calmas, a tratar de perder os 6 Kg que tenho a mais relativamente ao meu peso habitual.
Deixei a criança com o pai, depois de lhe dar mama e mudar a fralda para que ele não tivesse grandes preocupações ou queixas quando eu regressasse :-) e lá fui eu fazer uma caminhada de cerca de 1hora sem apertar muito comigo, deixei-me simplesmente ir a caminhar, a contemplar os locais por onde ia passando, coisa que normalmente no dia a dia apressado nem temos tempo de fazer e dei por mim a pensar: "nunca reparei bem nesta casa" ou "nem tinha visto aqui este local", fez-me lindamente à alma e penso que ao corpo também.
Quando cheguei a casa e como estava tudo bastante calmo entre pai e filha ainda resolvi ir fazer os meus primeiros abdominais pós-parto, se a caminhada ajuda na perda de peso os abdominais irão ajudar a colocar os músculos no sítio, e assim foi, fiz uns quantos sem abusar no esforço, a ideia é ir intensificando o treino a pouco e pouco, até porque na gravidez estive praticamente parada, tirando uma ou outra caminhada que fiz, não podia abusar porque comecei a ter contrações muito cedo e havia risco de parto prematuro que eu obviamente queria evitar, pelo que achei melhor manter-me sossegadinha, daqui para a frente terei tempo para dar mais atenção ao meu corpo sem por ninguém em perigo. 
Da minha filha mais velha lembro-me que os 5 Kg que tinha a mais 1 mês depois do parto demorei quase 1 ano a perde-los, se bem que não fiz assim nada de especial para os perder mais depressa, desta vez vamos ver o tempo que demoro a perder os 6 kilinhos que não me pertencem....
Ah, e quando cheguei a casa depois da caminhada comi uma maçã enquanto tratava de preparar o almoço: peixe cozido, com batata cozida, cenoura e ovo, que isto não vai lá se continuar a comer doces e gelados como se não houvesse amanhã :-)

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Gorro fofinho




Hoje vi este gorro no site da Mango, na secção de bebés, e fiquei tentada a fazer algo parecido cá em casa para as duas princesas...
Talvez coloque as orelhas (pompons) de cor diferente, ainda não sei.
Se resolver fazer os gorros depois mostro aqui, claro!

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Outono à porta

 
Com os dias mais frescos a aparecerem começo a ficar com vontade de fazer uns conjuntinhos deste género para a princesa mais nova cá de casa...

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Tabela de medidas para fazer toucas/gorros

Imagem retirada do Pinterest

Quando decidi  fazer uma touca para a minha bebé (ainda ela estava muito confortável na minha barriga) fiz um bocadinho a olho, hoje encontrei esta tabela que achei interessante e útil e por isso partilho-a aqui para os interessados/as.
Com a aproximação do outono apetece começar a fazer gorros e toucas, gostei muito de ver a minha menina com a touca que lhe fiz por isso quero ver se faço mais modelos que penso que vão dar jeito quando vier o tempo fresco ou ventoso para proteger a cabecita e os ouvidos.
Tenciono também voltar a fazer gorros para doar ao IPO, podem saber mais sobre este assunto Aqui

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

15 dias depois...




Faz hoje 2 semanas que nasceu a minha segunda princesa.
E se no dia 19 de agosto por esta hora o bloco de partos me fazia lembrar um filme, uma espécie de terror misturado com comédia, já que na "mesa de partos" eu tinha acabado de dar à luz num tipo de parto à moda antiga em que senti tudinho pois a maravilhosa da epidural que tinha levado pouco tempo antes não estava a fazer efeito e não houve tempo para reforços, tal foi a pressa da minha filha em sair de dentro de mim, enquanto me davam anestesia local para passarem à fase do "ponto cruz" duas enfermeiras tentaram recolher sangue do meu braço para enviarem junto do pack da criopreservação das células do cordão umbilical mas sem sucesso, picaram-me mais de 10 vezes no braço, pulso, mão, diziam que encontravam as veias mas que elas estavam secas e eu estava gelada, eu não sentia frio nem calor porque estava a ter uma descarga de adrenalina e tremia como nunca me lembro de ter tremido sem me conseguir controlar, enquanto tudo isto acontecia ao mesmo tempo na sala ao lado ouvia o meu marido falar sobre o Benfica com os restantes médicos e enfermeiros, esta é a parte da comédia porque tudo o resto me pareceu um filme de terror, do qual só me acalmei quando finalmente terminaram todos os procedimentos e me tiraram daquela sala para o recobro e colocaram a minha menina recém nascida ao meu lado que minutos depois estava a mamar e aí sim senti-me aliviada e feliz da vida.
Depois de menos de 48h de permanência no hospital tivemos alta sem restrições, o que foi novamente uma felicidade, regressar a casa com mais um membro da família.
Nos dias seguintes veio novamente o "terror" com a cicatrização dos pontos, já tinha passado por isso no primeiro parto que também foi normal e lembrava-me que antes do alívio chegar tinham vindo as dores, o incómodo, a dificuldade em andar, em sentar-me,...
Hoje, passadas estas 2 semanas, posso respirar de alívio e dizer um grande UFA!!! Já passou!
Já faço a minha vidinha normal, estou a amamentar em exclusivo e a minha menina está a crescer, a mana mais velha regressou ontem ao infantário, tudo está a seguir um curso calmo e tranquilo e sinto-me muito bem com isso.
A nível físico, engordei 14Kg durante esta gravidez (mais 2 kg que na gravidez anterior) desses 14, 7 já desapareceram e restam outros 7 para irem desaparecendo, para já é algo que não me está a preocupar porque como estou a amamentar não vou entrar em dietas nem algo do género, vou tentar seguir uma alimentação equilibrada com algumas asneiras pelo meio porque dar mama dá uma sede e uma fome tremenda, vou monitorizando o peso semanalmente sem dramas e tentando apenas não aumentar, recordo-me que da outra gravidez 15 dias depois do parto tinha apenas 5 kg a mais em relação ao meu peso habitual mas só consegui eliminar esses 5 kg a mais de vez quase 1 ano depois de ter dado à luz.
O corpo esteve 9 meses a sofrer alterações é normal que leve o seu tempo a recuperar.
Tenho seguido o ritual de colocar creme anti estrias na barriga e peito e vou continuar a fazê-lo até terminar o resto do creme que anda cá por casa, da outra vez resultou e não fiquei com uma única estria e desta vez até ver parece-me que também está a correr bem...
E é nesta vidinha que pretendo continuar nos próximos tempos rodeada de muito amor e muita ternura.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Almofada de amamentação

 Chegou hoje cá a casa a almofada de amamentação que encomendei no site Maria café é linda e dá um jeitão! Ajuda imenso no processo da amamentação dado que não temos de ser nós a suportar o peso do bebé, a almofada encaixa na nossa barriga e o peso do bebé fica em cima da almofada. Antes usava uma almofada normal mas esta é muito mais adequada e confortável. 

 Comprei a "almofada pequena" ficou em 44€ já com portes e a parte gira é que podemos personalizar as almofadas, eu escolhi para um lado o tecido "Groovy hearts" e para o outro lado "Rosa forte bolinhas"
Gostei muito do resultado final, ficou giríssima, e ainda por cima é uma forma de apoiar a economia portuguesa visto ser um produto feito em Portugal.

Acho que vai ser um artigo com muito uso cá por casa, primeiro porque quero amamentar nos próximos tempos e depois também tem outras utilidades como por exemplo: ajudar o bebé a apoiar-se quando se começa a sentar, ou até mesmo para apoiar o nosso pescoço enquanto descansamos...