As meninas cá de casa

As meninas cá de casa
dezembro/2015

domingo, 29 de novembro de 2015

Conjunto de bebé em tricot

Conjunto para recém-nascido composto por casaco traçado que abotoa com molas de pressão, gorro e botinhas, feito com fio "Carícia" da Rosários 4 e agulhas n.º 4.
Gostam?

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Tricotar e desmanchar?

Alguém conhece a técnica que transforma a imagem de cima na imagem de baixo?
O artigo é o mesmo embora não pareça.
Passo a explicar,
Fiz uma gola com 2 fios de cores diferentes juntos para dar um ar matizado e ficar uma gola mais quentinha, tricotei em liga dos dois lados mas não gostei do resultado final, ficou muito grossa e sem vida.
Em conversa com uma pessoa entendida em artes manuais ela deu-me uma sugestão que coloquei em prática e que transformou a gola grossa numa gola mais comprida e super fofinha e a melhor parte foi que para conseguir esse efeito apenas tive de descoser a gola e desmanchar uma carreira, depois fiz da seguinte forma, ao rematar remata-se uma sim uma não, deixando cair a malha que não se remata, essas malhas que não se rematam devem ser desmanchadas posteriormente ao longo de todo o comprimento fazendo com que o artigo fique assim, é super fácil mas muda completamente, para melhor, o artigo inicial.

Dicas:

  • Não se deve fazer o artigo inicial muito comprido porque depois de desmanchar as malhas não rematadas ele cresce imenso, 50 cm de tricot em liga dos 2 lados é suficiente para uma gola que dá para enrolar à volta do pescoço.
  • Deve-se rematar sem apertar muito, deve ficar um remate largo.

sábado, 21 de novembro de 2015

A "maldição" dos bombons

Imagem retirada da net

Vai uma pessoa ao supermercado mais próximo fazer umas simples compras de artigos básicos cá para casa e vem de lá atafulhada de bombons, porquê?
  • Porque existem muitos em promoção;
  • Porque são uma tentação;
  • Porque existem alguns que são novidade e nunca provei;
  • Porque existem os de sempre que já provei, já devorei e continuo a querer devorar;
  • Porque achamos que merecemos um miminho;
  • Porque queremos dar um miminho ao marido e depois comemos nós meia caixa (ou mais);
  • Porque queremos dar um miminho às crianças da casa e voltamos a comer meia caixa (ou mais);
  • Simplesmente porque SIM!
Bonito serviço, continua assim Dora e em breve em vez de perderes os 5 Kg que ainda falta recuperar da gravidez voltas ao peso que tinhas quando estavas grávida e em final de gestação.
Quer-me parecer que a época natalícia não é muito amiga da fase pós parto...

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

PAP: As luvas da Diana


A minha Diana, tal como qualquer bebé, não gosta de ter as mãos tapadas e agora com a chegada das noites mais frescas começou a ficar com as mãos frias pelo que decidi fazer-lhe umas mini luvas.
Já as usou ontem e não reclamou porque consegue mexer as mãos dentro delas.
Fiz 4 partes iguais da seguinte forma:

Início: 14 malhas.
Agulhas circulares n.º 4 e fio adequado à espessura das agulhas.
Cerca de 3cm de cós 1/1
Na próxima carreira do direito fiz um "passa-fita" tricotando 1 laçada e 2 juntas em meia ao longo de toda a carreira.
O restante foi tricotado em meia do direito e liga do avesso.
Nas primeiras 3 carreiras do direito aumentei 1 malhas de cada lado em todas as carreiras, ou seja, 6 malhas no total ficando com 20 malhas.
Tricotei 3 carreiras do direito sem fazer aumentos ou diminuições.
Nas 5 carreiras seguintes do avesso diminui 1 malha de cada lado em cada carreira, ou seja, 10 malhas no total, ficando apenas com 10 malhas na última carreira.
No fim foi só costurar 2 partes de cada vez para formar as luvas.
Coloquei a fita e ficaram as luvas prontas a usar.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Diana: 3 meses

 Faz hoje 3 meses que nasceu a princesa mais nova cá de casa e eu pergunto-me: "Como é possível? Como é que o tempo passa tão rápido?" Alguém pode mandar congelar o tempo por uns meses se faz favor?
Parece que foi ontem que trouxe um ser pequenino (46cm e 2.930Kg) para casa que mal se via dentro do berço e agora está uma princesa grande que já enche as roupas do enxoval (algumas já deixaram de servir) já tem pés para encher os sapatinhos, já gosta que conversem com ela ao que ela responde com sorrisos lindos que nos derretem o coração, já segue a mana sem parar sempre que ela está em casa.
Continua com aleitamento materno exclusivo (mama entre 7 a 8 vezes por dia/noite) e amanhã vai ao pediatra para ver a evolução mensal mas pelo que se pode observar a olho nu parece-me uma linda menina que está a crescer muito bem.
Esta princesinha veio juntar-se à princesa mais velha (mana com 5 anos) e juntas fazem-me uma pessoa muito mais feliz, sempre sonhei ter 2 meninas portanto só me posso sentir muito abençoada, que Deus as proteja sempre e que sejam sempre felizes são os meus maiores desejos.


Amo-vos muito filhas lindas, com todo o meu coração!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Hoje levei uma "tareia"

Imagem retirada da net

Hoje fui fazer uma massagem às costas, ombros e pescoço e senti-me como se tivesse levado uma valente tareia, mas uma tareia boa (se é que existem tareias boas), a massagista é pequena mas tem uma força que só Deus sabe onde ela a vai buscar, já tinha feito massagens à costas com ela na altura da gravidez que ajudavam a aliviar as dores na zona dos rins e agora no pós-parto também já tinha feito uma e voltei a fazer hoje, mas pareceu-me que ela hoje estava particularmente inspirada, sentia como se as minhas costas fossem um puzzle com imensas peças fora do sítio, quando chegou à parte dos ombros e do pescoço só não gritei por vergonha, tive a sensação que ela me iria arrancar um braço a qualquer momento!
Doeu, foi estranho sentir que tinha tanta coisa fora do sítio sem dar conta, possivelmente por má postura a pegar na criança, a amamentar a tricotar,...
Mas no final soube tão bem!!!!!!!!! Só me apetecia vir para casa deitar-me e dormir, mas os afazeres domésticos diários não me permitiram relaxar assim tão profundamente.
Sem dúvida um momento relaxante a repetir.

Imagem retirada da net




terça-feira, 17 de novembro de 2015

Perneiras, caneleiras ou o que lhe quiserem chamar



Este tipo de artigo é o ideal (a meu ver) para o treino com as 5 agulhas.
Não sabia tricotar com 5 agulhas mas tinha muita curiosidade em saber como era, um dia vi uma colega tricotadeira a fazê-lo e não me pareceu assim tão complicado, comprei as agulhas e dei início a umas perneiras, correu bem e achei fantástico porque a única coisa que foi preciso fazer para terminar o artigo foi rematar a linha inicial e a linha final, nada mais prático.
Usei fio Desta marca adquirido online Aqui
Um novelo de 50gr para cada perneira.
Agulhas 2,5
100 malhas cada perneira (25 em cada agulha).
Ponto: canelado 2/2

sábado, 14 de novembro de 2015

Gorro e botinhas para recém nascido

Para os bebés nascidos nesta altura do ano aqui fica uma sugestão para presente de Natal, um conjunto de gorro e botinhas simples de fazer e quentinho, dá sempre jeito!
Usei agulhas n.º 4 e fio matizado Desta marca

Fiz o gorro com 60 malhas, iniciei com caneado 1/1 com altura de 2,5cm, depois tricotei em meia do direito e liga do avesso 8cm e de seguida iniciei as diminuições da seguinte forma:
carreira do direito: *5 meia, 2 juntas em meia*, repetir de * a * até final da carreira;
as carreiras do avesso são tricotadas em liga e não se fazem diminuições;
próxima carreira do direito; *4 meia, 2 juntas em meia*, repetir de * a * até final da carreira;
próxima carreira do direito; *3 meia, 2 juntas em meia*, repetir de * a * até final da carreira;
próxima carreira do direito; *2 meia, 2 juntas em meia*, repetir de * a * até final da carreira;
próxima carreira do direito; *1 meia, 2 juntas em meia*, repetir de * a * até final da carreira;
próxima carreira do direito; *2 juntas em meia, 2 juntas em meia *, repetir de * a * até final da carreira;
tricotar em liga a carreira do avesso e cortar o fio deixando uma ponta comprida que dê para costurar o gorro, enfiar o fio na agulha de coser lã, passar por dentro das malhas (não se rematam as malhas na última carreira) puxar e costurar unindo as duas laterais do gorro.
Pode colocar-se pompom no topo do gorro ou não, eu achei que ficava melhor assim e coloquei um pompom.

As botinhas fiz utilizando a receita publicada Aqui até à carreira 23 e depois fiz 9 carreiras de canelado 1/1 e rematei na última em liga, do lado do avesso.

Está pronto e será oferecido no Natal dentro de um saquinho transparente alusivo à época como se pode ver na imagem seguinte, não dá para perceber muito bem pela foto mas o saco é prateado.


sexta-feira, 13 de novembro de 2015

PAP - Almofada personalizada com nome em tricot

Material usado: 4 novelos de 50gr de fio azul claro e 1 novelo de 50gr. de fio azulão da marca mencionada; agulhas circulares n.º 6; almofada branca com as seguintes dimensões: 45cm x 45cm; 3 botões grandes; agulha para coser lã, tesoura e fita métrica
Iniciei com 70 malhas e fiz cós 1/1 com uma altura de cerca de 4cm, depois tricotei em meia do direito e liga do avesso até ter uma altura de cerca de 45cm (contando com o cós), seguidamente tricotei as letras seguindo um esquema que fiz num papel quadriculado, com as malhas que tinha disponíveis (70) analisei qual o tamanho máximo que poderia ter cada letra e então deixei 4 malhas de cada lado do esquema, fiz as letras com 8 malhas de largura por 12 de altura cada uma deixando um intervalo de 1 malha entre cada letra
 Depois de tricotar as letras fiz mais cerca de 41cm de malha lisa, meia do direito e liga do avesso e terminei com cerca de 4cm de cós 1/1
Na imagem seguinte vê-se o aspeto do trabalho no avesso onde fui cruzando as lãs das duas cores por forma a fazer as letras, evitando cortar o fio, como o avesso não se vai ver fica mais resistente assim não correndo o risco de se começarem as desfazer as letras se usasse uma linha para cada letra em separado.
As fotos seguintes mostram o resultado final, e como foram tiradas noutra divisão da casa com uma iluminação diferente parece que o trabalho não é o mesmo porque as cores parecem diferentes, o que posso dizer é que estas duas últimas fotos retratam o trabalho final com mais rigor em termos de cores.
 Na última foto vê-se a parte de trás da almofada que fiz tipo envelope, costurando por forma a que ficasse o cós que fiz no fim por cima do cós que fiz no início do trabalho, costurei os botões no cós que fica por baixo e abri as casas com a tesoura como fiz Aqui
Gostaram do resultado final?

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Troca de Natal

Imagem retirada da net

Querem participar numa troca de Natal divertida?
Vejam como podem participar No Blog da Ana
Eu já me inscrevi e já estou a ter ideias...

domingo, 8 de novembro de 2015

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

O vestido da minha filha em tricot (idealizado e feito por mim)

Lembram-se da mala em tricot que publiquei Aqui?
Este vestido que fiz para a minha filha à 3 anos atrás foi feito com o mesmo tipo de fio com que fiz a mala castanha, ficou original e super quentinho, infelizmente já não lhe serve porque ela tem crescido imenso mas vai certamente ser usado pela mana mais nova quando lhe servir :-)
 Por graça fiz uma fita para o cabelo a condizer.